Manifestações pacíficas?!

por ago 28, 2013Notícias0 Comentários

“Eis que o Senhor DEUS virá com poder e seu braço dominará por ele; eis que o seu galardão está com ele, e o seu salário diante da sua face. Isaías 40:10

Como brasileiro não posso deixar de pensar e me envolver com o momento que nossa nação vive. Por um lado, fico feliz em ver a reação do povo em meio a tantos casos mal resolvidos e situações obscuras promovidas pelos mandantes do país. A confusão contínua entre a “coisa” pública e privada, os desmandos e a insólita corrupção, isto sem falar na criação e aplicação de leis e projetos que muito pouco fazem pelo bem estar social.

Por outro lado, não posso deixar de expor minha preocupação quanto ao temor disso tudo que estamos vendo não promover mudanças radicais na maneira como se administra o bem público em todos os níveis, pois já percebo nossos políticos profissionais tomando para si a indignação do povo, como se fossem eles os promotores desta comoção coletiva.

Como brasileiro e cristão, espero que as pequenas quedas nas tarifas do transporte público e um ou outro “puxadinho” na complexa reforma política que necessitamos não calem nosso anseio em busca das mudanças. Falo isto, porque no meio de toda esta caminhada do povo surgiu um termo que está amplamente divulgado em cada notícia e entrevista: “que sejam manifestações pacíficas”. Para mim isto cheira a calmante para colocar o gigante dormindo outra vez.

Fique tranquilo. Não perdi a cabeça! Não estou propondo violência nas ruas, coquetel molotov, confrontações com a polícia, muito menos depredação do patrimônio público ou particular. Meu objetivo é outro, é um olhar para a Bíblia, por isso quero que a partir deste momento você me acompanhe pela estrada das grandes mudanças operadas por Deus na história:

  • 1. O dilúvio e o fim da geração mais violenta e corrupta da humanidade;
  • 2. As pragas no Egito e a libertação do povo Hebreu das mãos e do domínio de Faraó;
  • 3. A deportação de Israel e o cativeiro de Judá na Babilônia por causa da degradação moral;
  • 4. O vitupério da cruz para curar a degeneração do homem.
  • 5. A grande tribulação (ainda por vir) para inaugurar um tempo de justiça.

A impressão que tenho é que mudanças profundas só acontecem com a “violência de Deus”. A Bíblia denomina esta violência de “seu braço forte e santo”. Você pode chamar Suas intervenções por qualquer nome, menos por Manifestação Pacífica. Deus é enérgico e bom, profundamente bom. As transformações promovidas por Ele são eficazes e profundas, mas são também a manifestação de seu amor (Com mão forte, e com braço estendido; porque a sua benignidade dura para sempre. Salmos 136:12).

Você realmente que ver nosso país transformado? Ore a Deus para que Ele intervenha e promova a cura que nossa nação precisa.

Você tem coragem? Tem coragem de fazer esta oração: “DEUS, SARA NOSSA NAÇÃO”?

Eli Souza Jr
Ministro Titular da Igreja Batista Memorial em Campo Grande

Anderson Solano

Anderson Solano

Publicitário, chefe do departamento de comunicação social e gestor de TI.

0 comentários

Enviar um comentário

Posts Recentes

× Como posso te ajudar?