2011: Serão Investidos de mais de R$ 100 mil nas associações

por dez 9, 2010Notícias0 Comentários

Investimento de mais de 100 mil reais nas Associações em 2011

É isso mesmo! Em 2011, Ano do Centenário, a Convenção Batista Sul-mato-grossense disponibilizará para as Associações 120 mil reais para investimento, oriundo do Plano Cooperativo. São 20 mil para cada Associação, que poderão ser retirados a partir de fevereiro/2011.

A Convenção tem procurado realizar todos os esforços no sentido de cumprir eficazmente sua missão e visão. Nessa perspectiva e no cumprimento do Planejamento Estratégico do Ano Convencional de 2010/2011, insere-se a Política para Concessão dos Recursos Reembolsáveis, referente ao Ano do Centenário Batista no Estado.

O objetivo principal desta política é o fortalecimento equilibrado das Associações, viabilizando condições estratégicas para que as igrejas cumpram sua missão.

Cada Associação, através de procedimentos internos próprios, indicará qual(is) igreja(s) deverá(ão) usufruir do benefício, preferindo-se que as Associações utilizem os critérios da Curva ABC  para indicação dos pedidos, cabendo à CBSM a Gestão do processo.

As Associações enviarão formalmente à Convenção, a partir de 1º de fevereiro até 30 de setembro de 2011, a apresentação de projeto(s) e documentação da(s) igreja(s) indicada(s) para o recebimento dos recursos.

O Núcleo Gestor analisará os projetos, levando em consideração os critérios da Curva ABC, como também, conferirá toda a documentação necessária para concessão dos Recursos Reembolsáveis e decidirá pela concessão ou solicitará que a respectiva Associação apresente nova candidata, dentro do prazo estabelecido no parágrafo anterior. Os critérios da Curva ABC são os critérios utilizados pela CBSM na avaliação dos projetos e investimentos, conforme Planejamento Estratégico da CBSM.

O período de carência para início do reembolso será de até 6 meses. O prazo máximo para quitação integral dos Recursos Reembolsáveis de 36 meses, incluso o período da carência. O valor mensal do reembolso não poderá ultrapassar 30% da entrada regular dos dízimos da igreja contemplada.

Além da proposta não prever juros ou atualização monetária, se durante 11 meses a igreja contemplada efetuar o reembolso rigorosamente em dia, será concedida a isenção do pagamento do 12º reembolso, e assim sucessivamente até o pagamento do 36º reembolso, totalizando até 3 (três) isenções de pagamento dos reembolsos. Em caso de parcelamento inferior a 12 meses, esse benefício será concedido de forma proporcional.

Na hipótese de inadimplência da igreja beneficiada, ela não poderá participar das políticas de investimentos e valorização da CBSM pelo período de 60 meses. Mas havendo quitação do débito, será restabelecida sua participação.

Cada Associação assumirá o papel de Cooperadora da CBSM na Gestão do Processo, acompanhando a destinação e o investimento dos recursos disponibilizados para suas respectivas igrejas e também no controle dos reembolsos.

É facultada ao Núcleo Gestor a averiguação da aplicação dos recursos concedidos, à luz do projeto aprovado, encaminhando ao Conselho Geral relatório circunstanciado, em caso de irregularidades, para a adoção de medidas cabíveis.

Se sua igreja tem um bom projeto para investimento em 2011 e preenche os requisitos da Curva ABC, entre em contato com sua Associação. A Curva ABC privilegia, em primeiro lugar, as igrejas com menos recursos, que são fiéis no envio do Plano Cooperativo e envio da oferta de Missões Estaduais.
Se sua igreja ainda não participa do Plano Cooperativo, presenteie a Convenção, no ano do Centenário, com sua participação. Todos nós só temos a ganhar!

Mara Sílvia de Almeida Costa

Administrador

Administrador

0 comentários

Enviar um comentário

Posts Recentes