Propostas Aprovadas pela 65ª Assembleia da CBSM

por nov 18, 2011Notícias0 Comentários


Corumbá – 8 A 11 de Outubro de 2011

Nas sessões da 65ª Assembleia da Convenção Batista Sul-Mato-Grossense, realizadas no período de 8 a 11 de outubro de 2011, na PIB de Corumbá, foram aprovadas as seguintes propostas:

1. Relatório do GT de Avaliação da Eclesiologia, Teologia e Visão Denominacional – 2ª Sessão

PROPOSTAS DO GT
No intuito de atender a determinação da 64ª Assembleia da CBSM, vimos pelo presente apresentar a esta Magna Assembleia as seguintes propostas:

1. Considerando que estamos celebrando o centenário do trabalho batista no Estado de Mato Grosso do Sul…

Propostas:
1.1. Que a Assembleia Geral (doravante neste relatório designada AG) aprove o “Termo de Repacto Denominacional” apresentado neste parecer como Anexo I, para ser celebrado por todas as igrejas arroladas à CBSM como sinal de engajamento e compromisso com a nossa denominação no Estado.
1.2. Que, visando à unidade eclesiástica e a cooperação denominacional em sua totalidade, a AG determine ao Núcleo Gestor (doravante designado neste relatório de NG) que:
a) Divulgue amplamente o Termo de Repacto através dos instrumentos oficiais de comunicação da CBSM;
b) Encaminhe o Termo de Repacto a todas as igrejas arroladas à CBSM;
c) Solicite que cada igreja integrante da CBSM devolva o Termo de Repacto assinado pelo Pastor e pela Diretoria Estatutária da igreja;
d) Inclua no processo de arrolamento de novas igrejas o Termo de Repacto como parte da documentação necessária para solicitação de ingresso de novas igrejas.

2. Considerando que o mundo tem passado por rápidas mudanças éticas e sociais e que os batistas sul-mato-grossenses devem se posicionar como denominação diante dessas mudanças mantendo a vanguarda dos valores éticos ensinados pela Bíblia…

Proposta:
Que a AG delibere sobre a instalação de um concílio denominacional para a tomada de posição das igrejas arroladas à CBSM frente a questões que se apresentam no cenário contemporâneo tais como: família, divórcio, união estável, homofobia e outros, ficando a cargo do Conselho Geral em sua primeira reunião a decisão sobre:
a) Os assuntos que formarão a pauta desse Concílio;
b) A data de sua realização;
c) A sistemática par sua realização;
d) Os critérios para a elaboração e/ou publicação de documento formal que apresente as decisões resultantes do Concílio.

3. Considerando que os pastores e líderes são a voz convocatória nas igrejas ligadas à CBSM…

Propostas:
3.1. Que a AG aprove a realização de congressos bienais para pastores e líderes com ênfase no compromisso denominacional, sob coordenação do NG.
3.2. Que a AG determine ao NG a realização de campanhas de conscientização dos batistas sul-mato-grossenses sobre nossas doutrinas, nossa história e nossos princípios.
3.3. Que a AG determine ao NG que promova seminários para capacitação de lideres voluntários, em parceria com as Associações, Órgãos Auxiliares e Seminários.
3.4. Que esta AG recomende ainda que as Associações e Órgãos Auxiliares invistam na formação de novos líderes, ampliando o exército de obreiros dispostos ao cumprimento da nossa missão.

4. Considerando que:

– a Declaração Doutrinária da CBB trata com distinção o Ministério Pastoral;
– a Ordem dos Pastores Batistas do Brasil (OPBB), em suas Seções estaduais, é quem promove o concílio que consagra aqueles que foram separados pela igreja para o ministério da palavra;
– a OPBB/MS é um órgão auxiliar da CBSM;
– as igrejas arroladas à CBSM são lideradas em sua maioria por pastores ordenados por essa Ordem…
Proposta:
Que a AG recomende às igrejas arroladas à CBSM que busquem o estreitamento do relacionamento com a OPBB/MS nos processos de sucessão pastoral, nos processos de divergência doutrinária e mesmo no acompanhamento da vida pessoal e ministerial do pastor da igreja.

5. Considerando que a influência dos movimentos neopentecostais tem se fortalecido especialmente pelos meios de comunicação de massa e tem alcançado até mesmo os membros de nossas igrejas…

Proposta:
Que a AG solicite às igrejas arroladas, através do NG, a inclusão nos seus estatutos de cláusulas de segurança que fortaleça a manutenção da integridade doutrinária, não apenas patrimonial. E o arrolamento de novas igrejas à CBSM seja aceito mediante estas cláusulas.

6. Considerando que o trabalho denominacional está dividido por áreas de atuação coordenadas pelas associações que fazem parte da estrutura da CBSM…

Proposta:
Que a AG solicite e registre em documento oficial o posicionamento de cada associação quanto à plantação de igrejas em uma dada associação por igreja de outra associação.

7. Considerando que a questão da identidade denominacional é um assunto controvertido e por isso vem sendo tratado pela CBB a mais de uma década e agora pela CBSM…

Propostas:
7.1. Que a AG aprove a realização de um Concílio para a discussão sobre o tema “Identidade Denominacional” de modo que se crie um documento, à semelhança do documento Rumo e Prumo, publicado pela Convenção Batista do Estado de São Paulo CBESP) em parceria com a Ordem dos Pastores Batistas do mesmo Estado (OPBB-SP), que reflita a realidade e os interesses dos batistas sul-mato-grossenses.
7.2. Que a AG aprove a permanência do GT de avaliação da eclesiologia, da teologia e da visão denominacional concedendo-lhe prazo até a próxima assembleia para:
a) Apresentação de um programa de assistência e orientação ativa às igrejas que estão vinculadas à CBSM, com a finalidade de promover a unidade denominacional, para que igrejas e/ou pastores não precisem buscar suporte em outras denominações.
b) Apresentação de um programa de interação entre as igrejas arroladas à CBSM, os Seminários e a OPBB/MS. Afinal, esses líderes são a voz convocatória nas igrejas ligadas à Convenção.
7.3. Que a Assembleia recomende às Associações que não tomem nenhuma decisão relativa às questões pertinentes ao trabalho do GT até a conclusão dos seus trabalhos, levando em consideração os Concílios que serão realizados.

2. Aprovação de Relatórios inclusos no livro do Mensageiro, mediante pareceres favoráveis do Conselho Fiscal – 3ª sessão

a) do STBOB referentes aos anos de 2009 e 2010;
b) do Conselho Geral e Núcleo Gestor da CBSM referente ao ano de 2010.

3. Exclusão no Manual de Procedimentos do item que estabelece ressarcimento por parte dos funcionários de pagamento de multas e juros em decorrência de pagamentos em atraso- 3ª sessão

Aprovado o encaminhamento deste assunto ao Conselho Geral para deliberar após oitiva da Comissão Jurídica.

4. Solicitação de desligamento da I.B. El Shaddai da CBSM – 3ª sessão.

a) Aprovado a reconsideração da decisão da 63ª Assembleia quanto a contratação de advogado para tratar juridicamente da questão patrimonial referente a igreja Batista El Shaddai;
b) Mediante parecer favorável do Conselho Geral, a Assembleia aprovou o desligamento da I.B. El Shaddai da CBSM.

5. Recomendação às  Igrejas  Batistas Sul-Mato-Grossenses de  inserção nas  escrituras de doação de imóveis para as igrejas-filhas  da  seguinte  cláusula  restritiva:   

“Se a igreja batista donatária da presente doação, por iniciativa própria ou por processo administrativo, for desfiliada da Convenção Batista Sul-Mato-Grossense, o imóvel objeto da presente escritura, bem como as benfeitorias a ele incorporadas, reverterão automaticamente para o domínio e posse da Convenção, sem direito a indenização; em caso de ulterior necessidade de venda pela donatária do imóvel objeto da referida escritura, o negócio jurídico somente se efetivará após prévia e expressa anuência da doadora, mediante justificativa expressa da igreja donatária à doadora.”- Aprovado na 3ª sessão.

6. Recomendação de alunos para instituição teológica – 3ª sessão

A Assembleia recomenda às igrejas batistas de Mato Grosso do Sul para que não enviem seus vocacionados para instituições não reconhecidas pela ABIBET, e também à Ordem dos Pastores Secção Mato Grosso do Sul para que normatize em seu estatuto a exigência de que o candidato à ordenação tenha realizado o seu curso teológico em instituição reconhecida pela ABIBET, atendendo às recomendações da Ordem dos Pastores Batistas do Brasil”

7. Planejamento Estratégico – 3ª sessão

A Assembleia aprovou que o Planejamento Estratégico do Ano Convencional 2010/2011, seja prorrogado para o Ano Convencional 2011/2012, com a efetivação do novo planejamento estratégico para o ano convencional 2012/2013.

8. Recepção de Novas Igrejas – 4ª sessão

Mediante análise da documentação efetivada pelo Núcleo Gestor e parecer favorável do Conselho Geral conforme dispõe o parágrafo único do art. 7º do Estatuto e Art. 3º do Regimento Interno, a Assembleia aprovou a filiação à CBSM das seguintes igrejas:
a) Igreja Batista União em Ponta Porã – Organizada em 27/02/2010 – com 58 membros; igreja-mãe: Primeira Igreja Batista de Ponta Porã – Associação Sul;
b) Igreja Batista Monte Sião em Dourados- Organizada em 21/11/2009 – com 55 membros; igreja-mãe: I. Batista em Jardim Flórida – Associação Sul.

9. Reativação da Junasems – 4ª sessão

A Comissão de Assuntos Eventuais recebeu a seguinte proposta: Que esta Magna Assembleia aprove a reativação da Junta de Ação Social pelas seguintes razões: a) grande responsabilidade social que temos como cristãos; b) a necessidade de nossas associações e igrejas de terem uma catalizadora de recursos e assessoria na área; c) os reconhecimentos de utilidade pública municipal e estadual obtidos pela Junasems.
A Comissão de Assuntos Eventuais deu parecer favorável e o plenário aprovou a reativação da Junasssems.

10. Percentual orçamentário para as Organizações- 4ª sessão

A Comissão de Assuntos Eventuais recebeu a seguinte proposta: Que esta Magna Assembléia crie em seu estatuto a previsão orçamentária para auxilio financeiro às organizações, ou seja, que a assembleia crie um percentual do Plano Cooperativo para auxílio às organizações, apresentando as seguintes considerações: a) as dificuldades encontradas pelas organizações para desenvolverem um trabalho mais eficaz junto aos seus membros; b) que na maioria das vezes a liderança é obrigada a custear do próprio bolso as atividades desenvolvidas; c) que as organizações podem e querem contribuir muito mais com a evangelização, atendendo o ide de Jesus.
A Comissão de Assuntos Eventuais deu parecer favorável e o plenário aprovou que a CBSM crie em seu estatuto a previsão orçamentária para auxílio financeiro às organizações. O Núcleo Gestor ficou responsável de estudar a forma e a quantia para atender esta solicitação.

11. Relatório da Comissão Data, local e orador- 4ª sessão

Aprovado o seguinte relatório: Orador Oficial: 1ª opção: Pr. Jeremias Tércio- I.B. Mont Serrat – Porto Alegre/RS; 2ª opção: Pr. Ed Renê Kivitz – I.B. Água Branca/SP; 3ª opção: Pr. Paschoal Piragine – PIB de Curitiba; Orador Substituto: Pr. Mauro Clementino da Silva –TIB de Campo Grande/MS e Pr. Léo Francisco Paes – I.B. Ceifa – Campo Grande/MS.  Local: Igreja Batista Memorial de Campo Grande – Data: 6 a 9 de junho de 2012.  Para 2013 – I.B. Boas Novas em Dourados e 2014 – I.B. São Gabriel do Oeste.

12. Relatório da Comissão de Renovação dos Conselhos Geral e Fiscal e das Juntas- 4ª sessão

O relatório abaixo transcrito foi aprovado pelo plenário:
Suplentes do Conselho Geral: Pr. João Bento da Costa, Pr. Kleber Gomes
Conselho Fiscal: Por 3 anos: Magno José M. Minelli – Sul; Por 02 anos: Pr. Daniel Sanches; Por 01 ano: Pr. Paulo José da Silva; Suplentes: Edna Pegoraro Florêncio Genova – Centro e Ildegard Herr – Centro.
Junta de Educação do STBOB: Por 03 anos: Christiana Nogueira, Pr. Ernesto Nascimento Soares e Pr. Carlos Osmar Trapp; Por 02 anos: Pr. Marcelo Moura da Silva, Profª. Ildegard Herr e Pr. Almir Ademar Seifert; Por 01 ano: Pr. Albino Ferraz, Pr. John Pullin e Pr. Jonas Xavier de Pina; Suplentes: Prof.ª Celina de Oliveira Flores, Pr. Paulo Martins, Pr. Edemar Waldow, Educ. Epomira Beanett Rodrigues e Pr. Geusi Batista da Silva.
JUNASEMS: Por 03 anos: Anderson Campos Pavani, Suely Sanches Monteiro e Raquel Sandra de Santana Maia; Por 02 anos: Talita Bonifácio Delmondes, Joelson Chaves de Brito, Antônio Soares Neto; Por 01 ano: Pr. Anésio Lopes de Oliveira, Viviane Machado de Melo e Jemima Leite Brito; Suplentes: Air Cícero Silva Cansanção, José Ximenes Junior, Diva Valcare Rodovalho, Maria das Neves de Oliveira e Pr. Marcos Antonio Ricci.

13. Eleição da nova Diretoria: Após os esclarecimentos a respeito do processo eletivo feitos pela 1ª secretária, Mara Sílvia de Almeida Costa, e um período de oração de joelhos, seguiu-se a indicação de nomes para cada um dos cargos e a correspondente votação em escrutínio secreto. Apurados os votos, a diretoria da CBSM para a gestão 2011/2013, ficou assim constituída:

Presidente: Prof. Ivan Araujo Brandão;
1º Vice-presidente: Pr. Orlando Augusto Saab;
2º Vice-presidente: Pr. João Marcos Rodrigues Pereira;
1ª secretária: Alice Sarmento Silva;
2º secretária: Arlete Fausto Moura de Oliveira.

14. Moção de gratidão – 4ª sessão

Aprovado o registro de Moção de Gratidão à Primeira Igreja Batista em Corumbá que recebeu tão bem esta Assembleia da Convenção, bem como ao Pr. Edwin Ferraz pela composição da música do Centenário que tanto nos inspirou.

15.  Mensageiros de Honra – 1ª ,2ª e 4ª sessões

No decorrer da Assembleia, foram recebidos como mensageiros de honra os seguintes irmãos:
Pr. Rubens Moreira – representante da Junta de Missões Nacionais;
Pr. Luis Carlos Leão de Oliveira – I.B. Campo dos Parecis/MT;
Pr. Edison Queiroz – Orador Oficial;
Irmão David Sherwood- Filho do Missionário Sherwood;
Pr. William Balaniuc – I.B. Praia da Barra, Marataízes/ES;
Irmã Laire Balaniuc – I.B. Praia da Barra, Marataízes/ES;      
Pr. Fernando Brandão – Diretor Executivo da Junta de Missões Nacionais;
Pr. Edvar de Carvalho – I.B. Central de Osasco/SP.

Ivan Araujo Brandão, Prof.
Presidente da CBSM

Anderson Solano

Anderson Solano

Publicitário, chefe do departamento de comunicação social e gestor de TI.

0 comentários

Enviar um comentário

Posts Recentes

× Como posso te ajudar?