Pastoreio de Pastores

por set 24, 2010Notícias0 Comentários

Pastoreio de pastores e cônjuges

O encontro aconteceu em Campo Grande no Hotel Metropolitan

Já há algum tempo, Deus tem chamado minha atenção para a importância do mentoreamento e discipulado entre os pastores e líderes congregacionais.  É muito comum ver colegas dedicando suas vidas e saúde no cuidado e pastoreio de uma igreja, porém ele próprio não recebe nenhum cuidado, e pior, permanece sem ninguém para desabafar e compartilhar suas frustrações e dificuldades. Não é raro ver homens de Deus desmotivados e até depressivos com seu ministério, e com problemas ligados à família.

Estar à frente de uma igreja é uma missão árdua, exige dedicação, atenção, responsabilidade, dependência de Deus e muita disponibilidade de tempo, para dar conta do recado. Dúzias de pessoas bombardeando o pastor com seus problemas semanalmente, e ele tendo sempre que se ajustar para poder conciliar seu ministério, família e tempo pessoal com Deus. Não é fácil.

Diante dessa realidade e na busca de obter alguma orientação que pudesse me ajudar e auxiliar meus amados colegas de labuta, eu resolvi aceitar o convite da Convenção para participar de um curso de “Pastoreio de Pastores”, realizado pelo Ministério de Apoio a Pastores e Igrejas (Mapi), em parceria com a Igreja Batista Ágape e Associações. O encontro aconteceu em Campo Grande no Hotel Metropolitan, nos dias 3 a 5 do mês de agosto, e foram dias muito especiais e de grande aprendizado. Creio que era a ferramenta que estava procurando, e que de fato já existe. Através de palestras descontraídas e informais, o Pr. Marinho e sua equipe nos auxiliaram a entender sobre vários aspectos do mentoreamento, entre eles, como mentorear e ser mentoreado, como fazer um Plano de Ação Individual e como assessorar de forma eficaz a liderança e pastores a obterem saúde e maturidade emocional, tornando-se um líder que brilha.

Só posso dizer que foi maravilhoso e gratificante. Espero agora colocar em prática tudo o que vimos e aprendemos ali. Sonho com o dia em que todos os colegas, sobretudo, os que estão em igrejas mais distantes e isoladas, terão a oportunidade de abrirem seus corações e compartilharem seus anseios em um grupo de pastores.

Quero por fim deixar meus agradecimentos a todos que possibilitaram a realização desse evento, em especial a Convenção que, através do Núcleo Gestor, não tem medido esforços para realizar uma excelente administração e interação entre pastores e igrejas. Creio que investir nos pastores e suas esposas é oportunizar o crescimento de igrejas saudáveis.
Que Deus abençoe ricamente a cada um.

Pr. José Alessandro Fiorentin
Diretor Executivo da Assibanorte

Todas as notícias

Administrador

Administrador

0 comentários

Enviar um comentário

Posts Recentes