Megatrans: Palavra de Voluntário

por ago 24, 2012Notícias0 Comentários

A MEGATRANS 2012 foi minha terceira participação no projeto Jesus Transforma.  Conheci o projeto no final de 2010, por meio da coordenadora do Conselho Missionário, Angélica Carolina, e desde aquele instante meu coração vibrou com a possibilidade de praticar o amor que nos move em direção às pessoas, o amor de Jesus.

A minha primeira experiência na Trans aconteceu em janeiro de 2011, no Rio Grande do Sul. A primeira e apaixonante experiência. A certeza de que o Evangelho não é simplesmente uma verdade a ser conhecida, mas, também, uma prática a ser vivida é minha maior motivação para participar deste projeto abençoador. Já diz o texto de 1 João 3:14: “Sabemos que já passamos da morte para a vida porque amamos nossos irmãos. Quem não ama permanece na morte”, ou seja, se somos salvos (passamos da morte para vida), amamos nosso próximo, caso contrário estamos mortos, e que forma melhor para se amar do que levando Jesus às pessoas?

Durante os 15 dias de Trans, algumas dificuldades surgem, como o cansaço que vem depois de alguns dias de trabalho, a decepção que senti quando algumas pessoas, após terem marcado estudo bíblico, não me receberam. Não me abater quando as pessoas não me recebiam ou não aceitavam estudo era desafiador. Mas tudo isso é muito pequeno quando penso que a mensagem foi pregada e a palavra do Senhor não volta vazia (Isaías 55: 11). Tudo isso é insignificante quando me lembro das pessoas que se renderam ao amor de Jesus. As dificuldades não me fazem olhar para trás e me arrepender, pois a alegria de servir ao meu Deus e levar o Seu Evangelho sobrepõe toda e qualquer dificuldade.

Neste ano, durante a Megatrans, fui voluntário na Igreja Batista do Buriti, em Campo Grande. Toda experiência é sempre muito gratificante, me enche de alegria, me faz sentir Deus, ouvi-Lo, viver o amor e transbordá-lo. Eu acredito que não precisamos esperar a participação em algum projeto missionário para isso, mas a Operação Jesus Transforma nos possibilita viver de forma muito intensa durante quinze dias. Não posso deixar de mencionar como foi bom fazer parte de uma equipe abençoada, com pessoas com o coração disposto a fazer a vontade de Deus, um povo animado e divertido, verdadeiros irmãos comprometidos com Jesus. Aproveito para deixar um grande abraço aos meus amigos: Alana, Heloise, Eduardo, Natalya, Calebe, Renata, Lene, Bruna, Lucas Arruda, Lucas Barcassa, Matheus, Weverton, Sérgio, Pr. Inaldo e Ivone.

Durante a Megatrans, tive um encontro com um catador de sucata. Eu voltava com a minha equipe para a igreja, após um dia de andanças e evangelismo, quando o catador nos abordou, perguntando se o panfleto que estávamos distribuindo era algo de política. Naturalmente, respondi que não, então ele continuou seu rumo empurrando seu carrinho e tudo iria ficar por isso mesmo, quando a Alana questionou porque eu não havia entregue um panfleto para ele. Então corremos até ele, entregamos o panfleto e fomos conversando sobre o plano de Deus para a vida dele até sua casa. Não ouvi dele que aceitava a Jesus, mas percebi pela expressão daquele homem e por seu interesse pela conversa, que ele havia sido tocado pela palavra de Deus e que nos importamos com ele.

A TRANS é um projeto abençoador que leva a oportunidade para aqueles que nunca ouviram falar sobre Jesus de conhecerem o Seu amor incondicional, mas também sempre transforma quem participa. Ao término do projeto, eu sou ministrado. Em especial, a MEGATRANS 2012 impactou a minha vida, trazendo renovo para meu coração e reafirmando o chamado de Deus para mim.

Israel Gregory Oliveira de Farias, 23 anos, membro da Igreja Batista Memorial de Campo Grande.

Anderson Solano

Anderson Solano

Publicitário, chefe do departamento de comunicação social e gestor de TI.

0 comentários

Enviar um comentário

Posts Recentes