Chamados para celebrar a história e permanecer em Cristo

por nov 18, 2011Notícias0 Comentários


Este foi o tema escolhido para a 65ª. Assembléia da Convenção Batista Sul-Mato-Grossense e Congresso do Centenário, que aconteceu na cidade de Corumbá, nos dias 8 a 11 de outubro.

Contamos com a presença do Pr. Edison Queiroz, da PIB em Santo André-SP, que foi o orador oficial do evento. Fomos tremendamente abençoados com as mensagens trazidas por este servo do Senhor. O Pr. Fernando Brandão, secretário executivo da Junta de Missões Nacionais, esteve presente e desafiou o povo batista do Mato Grosso do Sul a continuar a obra do Senhor neste campo tão vasto e, para o ano de 2012, levantarmos um grande clamor pela nossa nação.

Durante a realização da assembleia e congresso, vários irmãos foram lembrados pelo relevante trabalho prestado à obra do Senhor. Destacamos alguns deles: Missionário W.B. Sherwood, Miss. Ana Wollerman, o nosso saudoso irmão José Pereira Lins, Miss. Ester Ergas, Pr. Nelson dos Santos, Pr. Jonathan de Oliveira, Pr. Willian Balaniúc, Heli Correa e outros.

Destacamos aqui também, o reconhecimento que a União Feminina Estadual, em comemoração ao 60º ano de organização, fez a várias irmãs que se destacaram por suas vidas dedicadas ao Senhor, dentre elas, a nossa querida irmã Doracy Moraes dos Santos, membro de nossa igreja.

No início, em 20 de agosto de 1911, é organizada a Primeira Igreja Batista em Corumbá com 57 membros. De lá para cá muita coisa aconteceu. Não podemos negar que tivemos momentos difíceis e até mesmo de desânimo denominacional, mas a poderosa mão do Senhor sempre esteve presente, ajudando o seu povo a prosseguir diante dos desafios. Hoje podemos dizer com muita alegria: “Vemos quão grandiosas coisas fez o Senhor por nós.”

Chegamos a 2011 com 175 igrejas, 84 missões totalizando mais de 30 mil batistas em todo o estado. Trabalho este coordenado por 6 associações regionais. Ainda temos dois municípios, nos quais ainda não existe o trabalho batista.

Louvamos a Deus pelos nossos irmãos pioneiros que deixaram o conforto de suas casas, o convívio com suas igrejas, seus familiares e cidades de origem e vieram para cá trazendo as boas novas de salvação. Agora é a nossa vez! Sim, temos que celebrar a história, mas precisamos permanecer em Cristo para que possamos com fidelidade e alegria permitir que agora o Senhor use nossas vidas para escrever uma história tão linda como a de outrora.

Como você gostaria de ser lembrado? Alguém que andou com Deus? Ou alguém que deixou a vida te levar? Que as palavras do apóstolo Paulo possam ecoar em seu coração: “Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas” (2 Coríntios 2:15); “Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus” (Atos 20:24).

Pr. Samuel de Souza
(Pastor da PIB de Dourados)

Anderson Solano

Anderson Solano

Publicitário, chefe do departamento de comunicação social e gestor de TI.

0 comentários

Enviar um comentário

Posts Recentes