66ª Assembleia: Deliberações

por ago 24, 2012Notícias0 Comentários

66ª ASSEMBLEIA E CONGRESSO DENOMINACIONAL

Prof. Ivan Araujo Brandão

1.  Inspiração e louvor

Sob a coordenação do mestre de cerimônia, Eli Souza, ocorreu no dia 06 de junho de 2012, no Espaço Alternativo da Igreja Batista Memorial em Campo Grande, a cerimônia de abertura da 66ª Assembleia da Convenção Batista Sul-Mato-Grossense.  Após a declaração de instalação da assembleia feita pelo presidente, foi homenageado como presidente de honra o Pr. Salvador Bernardo da Silva, que recebeu das mãos da irmã Esther Ergas a correspondente faixa e das mãos do Pr. Eli Souza Júnior, a placa comemorativa.  Na assembleia se inscreveram 200 mensageiros, representando 78 igrejas e nos cultos noturnos a participação média foi de 350 convencionais.

Os convencionais contaram com a presença do Pr. Jeremias Alves Evangelista Tércio, pastor da Igreja Batista Mont’serrat de Porto Alegre, como orador oficial ministrando quatro inspirativas mensagens e com a participação dos pastores Gilson Breder, Marcelo Moura da Silva e João Marcos Rodrigues Pereira, líderes em nosso estado, que compartilharam a Palavra de Deus no Congresso Denominacional. Sob a direção da irmã Esther Ergas, todas as manhãs um grupo significativo de irmãos se reuniu “buscando a Deus ao começar o dia”.

Foram dias especiais de muita adoração, comunhão, e, sobretudo, de meditação na palavra de Deus. Os preletores, inspirados pelo Senhor, trouxeram mensagens edificantes e que falaram ao coração de todos os presentes.

O Pr. Valdir Soares, representante da Junta de Missões Nacionais, falou em nome do Diretor Executivo, Pr. Fernando Brandão, saudou os convencionais e destacou a importância da oração.  Fez menção que o pedido de oração para aquele dia, inserido no livro “100 dias que impactarão o Brasil”, fosse a favor dos vereadores, e de líderes das associações. Por fim relatou sobre a consulta, junto aos povos indígenas de Mato Grosso do Sul realizada em março deste ano no Aprisco e que contou com a efetiva participação da Convenção Batista Sul-Mato-Grossense e que certamente resultará na implantação de igrejas em aldeias indígenas, em convênio com a Junta de Missões Nacionais.

A Igreja Batista Memorial por meio do envolvimento de seus membros prestou excelente atendimento aos convencionais e à mesa diretora. De igual modo, a participação musical do coral, grupo de louvor, do grupo teatral e do Pr. Marcelo Oliveira da Silva nos inspiraram e contribuíram para que todos os participantes louvassem a Deus com bastante entusiasmo.

2. Deliberações da Assembleia

No período de 06 a 09 de junho de 2012 foram aprovadas as seguintes propostas:

2.1. GT de Avaliação da Eclesiologia, Teologia e visão denominacional – 2ª sessão
O Pr. João Marcos Rodrigues Pereira apresentou informativo dos trabalhos realizados pelo GT e destacou a aceitação pelo Conselho de Educação da Assibas da elaboração dos projetos: identidade denominacional e Concílio Denominacional.  Aprovada a prorrogação do GT Eclesiologia até a próxima assembleia para a conclusão dos trabalhos.

2.2.  Relatórios do Conselho Geral, Núcleo Gestor e Conselho Fiscal- 2ª sessão
Apresentados os relatórios do Conselho Geral, Núcleo Gestor, incluso relatório financeiro e balanço patrimonial, e do Conselho Fiscal referente à análise documental, fiscal e contábil das contas da Convenção Batista Sul-Mato-Grossense, referentes ao ano de 2011. Aprovados.

2.3. Solicitação de reconsideração da decisão da 91ª Assembleia da Convenção Batista Brasileira: Recomendação de que o mínimo que as convenções estaduais enviem para a CBB seja de 30% do Plano Cooperativo. – 3ª sessão

2.3.1. Levando-se em conta, dentre outras informações, a de que no período de outubro de 2007 a setembro de 2011 deixaram de ser enviadas, pelas convenções estaduais, 292 contribuições do Plano Cooperativo num valor estimado de um milhão de reais, foi aprovada solicitação à próxima assembleia da CBB de reconsideração da decisão da 91ª Assembleia da CBB de retorno do patamar de 30% da receita do Plano Cooperativo estadual para serem enviados à Convenção Batista Brasileira.

2.3.2. Aprovada a sugestão de que o Diretor Executivo da CBB promova campanha intensiva junto às Convenções Estaduais para a contribuição com fidelidade para o Plano Cooperativo.

2.4. Utilização do percentual de 4% destinado ao fundo de Educação Teológica- 3ª sessão
Aprovado autorizar o Núcleo Gestor, em caráter de excepcionalidade e pelo período de 1  ano,  destinar no orçamento da Convenção  o percentual de 4% do  Fundo de Educação Teológica para a implantação da Faculdade Teológica Batista Sul-Mato-Grossense.

2.5.  Homologação do Planejamento Estratégico  ano Convencional 2012/2013 –  3ª sessão
O administrador William Jonair Salgado ressaltou a importância do planejamento estratégico, da participação de cada gestor em sua elaboração e na sua consequente execução e avaliação. Após, o Planejamento Estratégico para ano convencional 2012/2013, aprovado pelo Conselho Geral, foi homogado pela assembleia.

2.6. Estimativa  dos percentuais  para  o exercício de 2013 –  3ª sessão
Aprovada a estimativa para o exercício de 2013, encaminhada pelo Conselho Geral, nos seguintes percentuais: Área meio –  27%; Área fim-  63%  e Investimento Patrimonial – 10%.

2.7. Propostas de reforma estatutária e regimental – 3ª sessão
Em decorrência de justificativa apresentada pela irmã Mara Sílvia  de Almeida Costa, no sentido de que as propostas carecem de maior análise pelo Núcleo Gestor, o  plenário aprovou deixar sobre a mesa as propostas de reforma estatutária e regimental.

2.8. Recepção  de novas igrejas -3ª sessão 
Aprovada a filiação à Convenção Batista Sul-Mato-Grossense da Igreja Batista do Centenário de Corumbá, organizada no dia 09 de outubro de 2011, com 60 membros, tendo como igreja-mãe  a PIB de Corumbá, mediante deliberação favorável do Conselho Geral e  após análise pelo Núcleo Gestor da documentação requerida pelo Estatuto e encaminhada pela referida Igreja.

2.9.  Relatório da Comissão de Renovação dos Conselhos e Juntas – 3ª sessão.
O Pr. Anésio Lopes de Oliveira, relator da Comissão de Renovação dos Conselhos e Juntas, apresentou o  relatório da comissão, aprovado como se segue:

2.9.1. Suplentes  para o Conselho Geral:   Pr. Moacir  de Araujo Alcântara  e  Pr. Paulo  Martins;

2.9.2. Composição do Conselho Fiscal: Por  3 anos:  Renato Rodrigues Gualberto;  Por 2 anos: Magno José  M. Minelli,   Por 1 ano: Pr. Daniel Sanches; Suplentes: Moisés  Roberto da Silva  e  Edna  Pegoraro  Florencio.

2.9.3.  Junta de Educação do Seminário Teológico Batista do Oeste do Brasil: Por  3 anos:  Pr. Eugênio Jesus Luque Quispe,  Pr. Albino Ferraz,  Tereza Rachel  Versali  Ventura;  Por 2 anos: Christiana Nogueira, Pr. Ernesto  Nascimento Soares,  Pr. Carlos  Osmar  Trapp;  Por 1 ano: Pr. Marcelo Moura da Silva,  Profª. Ildegard Herr, Pr. Valmiro Soares da Silva.  Suplentes:  Pr. Inaldo Almeida Borba,  Pr. Joaze  Barbosa  de Lima,  Pr. José Fernandes  de Assis,  Pr. Kleber  Gomes.

2.9.4. Junta de Ação Social –  JUNASEMS:  Por 3 anos:  Pr. Josi  Francis Alves,  Pr. José Roberto Estival de Oliveira,  Pedro  Martinho Albuquerque Estevan;  Por 2 anos: Anderson Campos Pavani,  Suely  Sanches Monteiro,  Raquel Sandra de Santana Maia;  Por 1 ano: Talita  Bonifácio Delmondes,  Joelson Chaves de Brito, Antônio Soares Neto. Suplentes: Pr. João Batista de Arruda, Rosemeire de Nascimento Alves, Moisés  Granzoti,  Alcebíades  da Silva Espindola,  Maria Aparecida Marques, Fábio Coelho Brandão  e Holden de Souza Costa.

2.10. Relatório da comissão de Assuntos Eventuais –  Sessão de encerramento
João Aparecido da Silva, relator da comissão de Assuntos Eventuais apresentou os seguintes assuntos e respectivos pareceres:

2.10.1. Seleção do Missionário Coordenador de Campo
Em decorrência da decisão do Núcleo Gestor de publicar edital de seleção do Missionário Coordenador de Campo, foi proposto, recebeu parecer favorável da comissão de assuntos eventuais e foi aprovado pelo plenário que a assembléia recomende ao Núcleo Gestor que a escolha do missionário coordenador de campo não seja por meio de processo seletivo aberto, mas que o Núcleo Gestor à luz das atribuições a serem executadas pelo missionário coordenador de campo  escolha o pastor que tenha o perfil para executá-las e que o Conselho Geral  homologue essa  escolha.

2.10.2. Termo de Repacto Denominacional: 
Considerando o número inexpressivo de igrejas que devolveram o termo do Repacto, foi proposto, recebeu parecer favorável da comissão de assuntos eventuais e foi aprovado pelo plenário  a  reconsideração da segunda parte da decisão tomada pela 65ª Assembleia, em sua 2ª sessão: “Que cada igreja integrante  da CBSM devolva o termo  do repacto  assinado pelo pastor e pela diretoria  estatutária da Igreja”  e, em substituição  à decisão da 65ª Assembleia, as seguintes propostas: a) Que as igrejas  arroladas à CBSM  aprovem  em assembleia  o Termo do Repacto, com a inserção  do texto em ata e que cópia da respectiva ata seja encaminhada à Convenção, após sua aprovação  e assinatura do presidente e secretária;  b) Que o  mesmo procedimento  seja adotado pelas igrejas que solicitarão, doravante, filiação à CBSM.

2.10.3. Participação da Acibams no Projeto de Educação Teológica
Tendo em vista a instalação da Faculdade Teológica Batista Sul-Mato-Grossense  na cidade de Campo Grande, tendo como Mantenedora o Conselho de Educação da Associação Sul, foi proposto, recebeu parecer favorável da comissão de assuntos eventuais e foi aprovado pelo plenário,  que a assembleia determine ao Núcleo Gestor que viabilize estudo para encaminhamento de proposta à mantenedora da Faculdade Teológica  Batista Sul-Mato-Grossense no sentido de incluir a Acibams no projeto de implantação da referida instituição.

2.10.4. Supressão da Cláusula de  Impenhorabilidade nas  escrituras dos terrenos doados para a Igreja Batista Memorial de Campo Grande
Tendo em vista o crescimento da Igreja Batista Memorial de Campo Grande e a necessidade de aquisição de uma nova área e de utilização dos imóveis escriturados no nome da Igreja como garantia na negociação, foi proposto, recebendo parecer favorável da comissão de assuntos eventuais, e foi aprovado pelo plenário, com acréscimo de proposta aditiva,  a supressão da Cláusula de Impenhorabilidade  nas  escrituras públicas de doação do lote 01 (hum) da Quadra 07 (sete)  da Vila Esplanada,  protocolo 1673/2005, livro 613, folhas 158  e lote 21 (vinte e hum),  da quadra  109 (cento e nove),  no bairro  Monte Castelo, protocolo 1672/2005, livro 613,  folhas 157, dos terrenos  onde se encontram  edificados, respectivamente, o templo e a casa pastoral  da Igreja Batista Memorial de Campo Grande. Aditiva aprovada: Que a Igreja Batista Memorial se comprometa, em caso de venda do patrimônio doado a inserir na escritura da nova propriedade a Cláusula restritiva aprovada na 65ª Assembleia da CBSM.

2.11. Extensão da Supressão das Cláusulas de impenhorabilidade e de inalienabilidade dos imóveis doados pela CBSM
Aprovada a supressão das cláusulas de impenhorabilidade e de inalienabilidade nas escrituras dos imóveis doados pela CBSM, mediante solicitação da igreja beneficiária da doação, devidamente justificada e contendo o compromisso de inserir na escritura da nova propriedade a cláusula  restritiva aprovada a 65ª Assembleia da CBSM.

2.12. Mensagens do Congresso de Compromisso Denominacional de 2013
Aprovada que as mensagens proferidas pelos preletores do Congresso de Compromisso Denominacional sejam publicadas no Jornal Batista Sul-Mato-Grossense.

2.13. Relatório da Comissão Tempo, Local  e orador para 67ª Assembleia da CBSM
A irmã Mara Sílvia de Almeida Costa, substituindo o relator, Pr. José Batista de Santana, apresentou o seguinte relatório, aprovado conforme abaixo transcrito:

2.13.1.  Tema  anual  da CBB para  2013: Desafiados  a ser padrão  na valorização da nova geração.

2.13.2. Tempo: De 29 (quarta-feira) de maio a 1º (sábado) de junho 2013.

2.13.3.  Local: 2013 –  Igreja Batista Boas Novas  em Dourados- aprovado na 65ª Assembleia
2014 – PIB de São Gabriel do Oeste – aprovado na 64ª assembleia; 
2017 – PIB de Campo Grande –  aprovado na 66ª assembleia.
A assembleia foi informada que a Terceira Igreja Batista formalizará convite para 2015 e a SIB de Campo Grande formalizará convite para 2019.

2.13.4.  Orador Oficial:
1ª opção:  Pr. Michel Piragine – Pastor de jovens da PIB  de Curitiba;
2ª Opção: Pr. Josué  Valandro  Júnior – I.B. Central  da Barra da Tijuca- RJ.  
Orador Substituto: Pr. Elias Carvalho de Aragão – Diretor Geral e Tesoureiro da Associação Sul e Presidente da OPBB/MS.

2.13.5.  7º  Congresso de Despertamento Espiritual: 
Ficou sob a responsabilidade do Núcleo Gestor encaminhar ao Conselho Geral proposta de tema e de preletores para o 7º Congresso de Despertamento Espiritual

2.14.  Mensageiros de honra
Pr. Jeremias Alves Evangelista Tércio
Marta Lebedenco Evangelista. 
Pr. Valdir Soares


Presidente

Anderson Solano

Anderson Solano

Publicitário, chefe do departamento de comunicação social e gestor de TI.

0 comentários

Enviar um comentário

Posts Recentes

× Como posso te ajudar?